×

Corrigir

Um do Outro

Repetindo pequenas traições
Inventando centenas de desculpas diferentes
Olhares se cruzam e as vezes
Enxergam o que pode ainda ser descoberto
Um do outro, tão perto, caem na armadilha
E mergulham nas cinzas do amor que era infinito
Ela abafa um grito, ele finge nao ver
Quando o sonho estilhaça em milhares de pedaços

Sua falta me faz lembrar
Quando só havia você e só você me bastava
O que mais eu poderia querer?
Construir um oasis maior do que o deserto?
Um do outro, tão perto, caimos na armadilha
Eu mergulho nas cinzas do amor que era infinito
Mas foi tão bunito
E é por isso que doi
Nao saber como é que se perdeu nem pra onde foi


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Renata Arruda Ouvir