×

Corrigir

Samba do Adeus

Robson Garcia

São quatro horas da madrugada
Meu bem porque veio tarde assim
Você entra no samba da orgia
Emenda a noite e o dia nem se quer lembra de mim

O galo está cantando o dia vai amanhecer
Deixa eu me retirar eu preciso acostumar viver longe de você

Pra que tantas promessas
Pra que juramento e não cumprir
Você vai sentir a minha ausência
E a voz da consciência não vai lhe deixar dormir

O galo está cantando o dia vai amanhecer
Deixa eu me retirar eu preciso acostumar viver longe de você

Agora chegou a hora
Quem vai cair no mundo sou eu
Não conte pra ninguém que eu chorei
E até agora lhe esperei para lhe dizer adeus

O galo está cantando o dia vai amanhecer
Deixa eu me retirar eu preciso acostumar viver longe de você


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Robson Garcia Ouvir