×

Corrigir

Arrepindo Temporal

Xiru Missioneiro

Te levanta mulher velha vem um tormentão cuiudo
Só repare o nosso rancho tá se sacudindo tudo
Terminou a pera do avio e eu não pude acender a luz
E agora no escuro peço uma mão pra Jesus
Vai campeando a gurizada com clarão dos relampo
E eu mãoseio a capa e vamos se escapar do tempo
E o pior de tudo é o tio Juca que a tia china foi buscar
Facilite enche a sanga e ele não pode varar
E a pobre da muié véia sem parteira ganha o piá

Vamos fazer pela vida debaixo do temporal
Pode ser que alguém faça uma cruz de erva e sal
A muié pra ganhar nenê se assustou com este tormento
Que se parou coisa feia com o rumorão deste vento
Lá se foi a timbuava e o galho da figueira
Arrebentou a porta dos fundo s e já se vai cunheira
E o pior de tudo é o tio Juca que a tia china foi buscar
Facilite enche a sanga e ele não pode varar
E a pobre da muié véia sem parteira ganha o piá

Pois eu tenho uma chapéu novo e um poncho que não bandeia
Uma lanterna três pilhas que cem metros ela clareia
Se escapemos pra coxilha e o vento forte sacode
Se agarremos com a família nos capim barba de bode
Chega ornear burrichó lá na invernada do fundo
Parece que o mundo veio ta se desabando tudo.
E o pior de tudo é o tio Juca que a tia china foi buscar
Facilite enche a sanga e ele não pode varar
E a pobre da muié véia sem parteira ganha o piá

Coitada da min há mulher não aguentou o temporal
E deu luz pra um piazote no meio capinzal
Quando a calmou o rumorão a tia china vinha vindo
Se boleou dum petiço já logo cortou o umbigo
Me cambiei pra outros pagos depois de tudo esse horror
Fiz um rancho resguardado na volta de um corredor
E o Juca velho amigo também se mudou de lá
Levei ele pra compadre batizou o dito piá
De vez enquando tem folga ele vem me visitar.


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Xiru Missioneiro Ouvir