×

Corrigir

Então, Vá Lamber Sabão

Xiru Missioneiro

Eu queria e tu não quis, com outro se enrabichou
Mas como não foi feliz, logo, logo tu voltou
Se grudou no meu pescoço e se atracou num choro só
Posso até ser meio grosso mas não sirvo pra bocó
Andou fazendo folia, dormindo em outro pelego
Nem lembrou daqueles dias, que me chamavas de nêgo
Sem piedade foi embora, nos braços de outro carancho
Mas taura não se apavora
E eu tô mais feliz agora, com outra china no meu rancho

Então vá lambê sabão,
Vê se me larga de mão, nunca mais quero te ver
E a sem-vergonhice, que aprendeu comigo
Que na cama eu fiz contigo, com outro tu foi fazer
Ai, ai, ai, ai isto é o que mas me dói
É o que mais me faz sofrer

Tu merecia te alguns tapa, por daqui erguer a cola
Pois não vou lamber a rapa do fundo da caçarola
Hoje eu só não estréio, o meu trabuco nos teus pé
Porque neste mundo véio o que mais tem é muié
Toda tchanga sem vergonha que quer dá uma de atriz
Pois repassa mil pamonhas e não consegue ser feliz
Eu bem sincero contigo em sentimento e coração
Pois há uma frase verdadeira
Quem quer sentar em todas cadeira acaba sentando no chão


Veja também



Mais tocadas

Ouvir Xiru Missioneiro Ouvir